Como citar ...

Os bancos de dados

GONÇALVES, Sebastião Carlos Leite Gonçalves. Banco de dados Iboruna: amostras eletrônicas do português falado no interior paulista. 2007. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

GONÇALVES, Sebastião Carlos Leite Gonçalves. Banco de dados de aquisição: amostras eletrônicas de aquisição do português brasileiro como L1. 2021. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

GONÇALVES, Sebastião Carlos Leite Gonçalves. Banco de dados de aquisição: amostras eletrônicas de aquisição do português brasileiro como L2. 2021. Disponível http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

O projeto que deu origem ao Projeto ALIP

GONÇALVES, Sebastião Carlos Leite Gonçalves. O português falado na região de São José do Rio Preto: constituição de um banco de dados anotado para o seu estudo. Projeto de pesquisa apresentado à FAPESP. 2003. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

Os relatórios das fases da constituição do Projeto ALIP

GONÇALVES, Sebastião Carlos Leite Gonçalves. O português falado na região de São José do Rio Preto: constituição de um banco de dados anotado para o seu estudo. Relatório científico parcial I apresentado à FAPESP. 2005. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

GONÇALVES, Sebastião Carlos Leite Gonçalves. O português falado na região de São José do Rio Preto: constituição de um banco de dados anotado para o seu estudo. Relatório científico parcial II apresentado à FAPESP. 2006. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

GONÇALVES, Sebastião Carlos Leite Gonçalves. O português falado na região de São José do Rio Preto: constituição de um banco de dados anotado para o seu estudo. Relatório científico parcial III apresentado à FAPESP. 2007. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

GONÇALVES, Sebastião Carlos Leite Gonçalves. O português falado na região de São José do Rio Preto: constituição de um banco de dados anotado para o seu estudo. Relatório científico final apresentado à FAPESP. 2005. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

O Manual de Transcrição

TENANI, L.E.; GONÇALVES, S.C.L. Manual de transcrição de dados (versão 5): projeto ALIP (Amostra Linguística do Interior Paulista). 2005. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

O Roteiro das entrevistas

GASPARINI-BASTOS, S.D.; GONÇALVES, S.C.L. Roteiro para coleta de amostras de fala: projeto ALIP (Amostra Linguística do Interior Paulista). 2005. Disponível em: http://www.alip.ibilce.unesp.br. Acesso em [data: dd.mês.ano].

Ocorrências exemplificativas extraídas dos bancos de dados

1. Extrair a ocorrência da transcrição, sem qualquer modificação das normas de transcrição.
 
2. Ao final da ocorrência, indicar entre colchetes, na sequência: 
 
- a identificação do banco de dados, seguida de hífen:
               BDI – para Banco de dados Iboruna
               BDAq – para Banco de dados de Aquisição
 
-  a identificação do tipo de amostra, seguida de ponto-e-vírgula:
              AC-001 – para Amostra Censo número 1.
              AI-001 – para amostra de Interação número 1.
              PBL1-S1 – para amostra de aquisição do PBL1 da sessão 1.  
              PBL2-S1 – para amostra de aquisição do PBL2 da sessão 1.
 
- a identificação do tipo de texto, somente para as entrevistas da Amostra Censo, seguida de dois pontos;
NE – para Narrativa de experiência pessoal
NR – para Narrativa recontada
RO – para Relato de opinião
RP – para Relato de procedimento
DE – para Descrição.
 
- a identificação da(s) linha(s) de onde a ocorrência foi extraída.
              L.
 
3. Exemplos de citação de ocorrências
 
3.1. Da entrevista AC-001 da Amostra Censo: 
 
Inf.: éh... eu lembro uma coisa né? que uma vez... eu eu tava lá em CamPInas né?
        aí eu fui passar um fim de semana na chácara do meu tio meu tio aí:: tava de
         noite já aí eu aí:: eu tive a brilhante idéia de querer comer cachorro QUENte
         [BDI - AC-001; NE: L. 4-5]
 
3.2. Da interação AI-001 da Amostra de Interação:
 
Inf. 3: mas pegou o chefão?
Inf.1: é mas os outros tá (inint.) né... aí passou os trezentos mi/ pau... foram tentaram
         pa ver se negociava se... prá eles vim buscar outro cento e cinqüenta... mas se
          mandou né... sumiu  [BDI - AI-001; L. 24-27]
 
3.3. Da sessão PBL1-S1 da Amostra de aquisição do PBL1:
 
Ad.: vamo(s) fechá(r)?
                          Cr.: Não (enfática) ...
Ad.: vamo(s) fechá(r)?
                          Cr.: ab(r)i::u  [BAq – PBL1-S1; L. 10-14]
 
3.4. Da sessão PBL1-S1 da Amostra de aquisição do PBL2:
 
P: isso... então vamos escrever/vamos formar o nome dele aí com essas letrinhas
      que vocês recortaram ...
                              A: aqui... aqui ... primeiro jota?
P: isso.                                                                   [BAq – PBL2-S1; L. 1-17]

Entre em contato

Envie uma mensagem
para o Projeto ALIP

Para entrar em contato, basta preencher o formulário.

Apoio

Sede